terça-feira, 18 de setembro de 2012

Você revisa seu plano de previdência complementar regularmente? Os Ingleses também não ....


De São Paulo, SP.

Pouco menos da metade, mais exatamente 45%, dos adultos na Inglaterra jamais revisou o próprio plano de previdência complementar, a despeito do impacto que a recente crise econômica global causou sobre os investimentos e a poupança.

É isso que indica uma pesquisa recente do Barings, um dos maiores bancos da Inglaterra.

Além disso, por volta de 12% dos respondentes disse que nem se lembrava da última vez em que deu uma olhada nas condições de seu plano de previdência complementar.

A reticência em rever o plano de aposentadoria de forma mais ativa e em bases regulares não para por aí.

Daqueles que se recordam terem revisado o plano de previdência complementar nos últimos 12 meses, nada menos que 35% escolherem a alternativa de investimentos padrão.

Algo de positivo é que quatro anos atrás o percentual dos que adotavam a alternativa de investimentos padrão era de 40% e também, aumentou em três pontos percentuais, para 23%, a quantidade de pessoas que escolheu sozinha o perfil de investimentos para alocação de suas contribuições (o maior contingente de pessoas desde que a pesquisa começou em 2008).

O CIO – Chief Investment Officer do Barings, Marino Valensise disse: “Uma proporção preocupante de pessoas não está fazendo o planejamento adequado para assegurar que seu benefício de previdência complementar forneça o montante necessário para uma aposentadoria tranquila”.

Continua ele: “Um grande contingente de participantes se contenta em aceitar a alternativa padrão (de investimentos) que não necessariamente propiciará a melhor solução individual em termos de risco e retorno. As pessoas que não se interessam em entender melhor que tipo de plano de previdência complementar possuem, ou onde estão investidos seus recursos, estão enterrando suas cabeças na areia”

Esses dados são alarmantes! Não devemos esperar comportamento diferente dos “seres humanos” Brasileiros.

Isso no momento em que a taxa de juros está em queda livre no Brasil e as taxas de carregamento e gestão financeiras de PGBL e VGBL, por exemplo, continuam estacionadas nos patamares praticados nas décadas passadas.

Tenho a impressão de que a maioria dos Ingleses e Brasileiros (claro, há raras exceções) ficarão em recuperação na escola da educação financeira ...



Forte abraço,
Eder.


Fonte: Adaptado do artigo “Many British adults do not review pension plans” escrito por Amanda Leek para o Pensions Age.
Créditos de Imagens: www.whatinvestment.co.uk e apocalink.blogspot.com.br

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.