quarta-feira, 5 de abril de 2017

As pessoas te julgam em segundos, o que elas estão avaliando? Algo fundamental se você quer fazê-las poupar para a aposentadoria




Prof. Amy Cuddy da Harvard Business School


A Professora Amy Cuddy, da Harvard Business School, vem estudando há mais de 15 anos, junto com seus colegas Psicólogos Susan Fiske e Peter Glick, a primeira impressão que as pessoas causam quando são apresentadas aos outros. Eles descobriram que há alguns padrões nessas interações.

Em seu novo livro “Presença” (Presence, em Inglês), a Professora Amy diz que as pessoas respondem rapidamente a duas perguntas quando te conhecem pela primeira vez:

  • Eu posso confiar nessa pessoa?
  • Eu devo respeitar essa pessoa?

Os Psicólogos se referem a essas duas dimensões, respectivamente, como credibilidadee e competência e idealmente você deveria querer ser percebido como tendo ambas.

Curiosamente, diz a Professora Amy, a maioria das pessoas, especialmente num contexto profissional, acredita que competência é o fator mais importante. Afinal de contas, as pessoas querem provar que são espertas e talentosas o bastante para cuidar do trabalho que você tem para elas.

Não obstante, a credibilidade ou cordialidade constituem o fator mais importante sobre a avaliação que as pessoas fazem de você.

"Sobre uma perspectiva evolucionária”, diz a Profa. Amy, "É mais crucial para nossa sobrevivência saber se uma pessoa merece nossa confiança”.

Faz todo sentido quando você considera que na época do homem-das-cavernas era mais importante se o seu colega hominídeo iria te matar e roubar todos os seus pertences ou se ele era competente o bastante para acender uma boa fogueira.

Porém, enquanto competência é uma característica altamente valorizada, a Profa. Cuddy diz que ela só é avaliada depois que a confiança é estabelecida. Além disso, focar demasiadamente em apresentar seus pontos fortes pode ser um tiro pela culatra.

Ela ensina que trainees com MBA normalmente são muito preocupados em ser percebidos como inteligentes e competentes. Isso pode leva-los a faltar a eventos sociais, não pedirem ajuda (socorro) e serem, geralmente, avaliados como inacessíveis.

Esses “high potentials” ficam surpresos quando não conseguem uma oferta de emprego e a razão é porque ninguém chegou a conhecê-los e confiar neles como pessoas.

A Professora Cuddy diz:

Se alguém que você está tentando influenciar não confia em você, certamente você não irá muito longe. Você pode até levantar suspeita porque vai parecer manipulador.

Uma pessoa afável e confiável, que também possui pontos fortes, causa admiração. Mas apenas depois que essa pessoa conquistou sua confiança é que os pontos fortes dela se tornam algo positivo, ao invés de uma ameaça.

Portanto, se você quer convencer alguém que você nunca viu antes na vida, a poupar para a aposentadoria, antes de apresentar suas credenciais na área de previdência complementar, procure ser visto como um ser humano que merece confiança.

Sem isso, não vai convencer ninguém!

Grande abraço
Eder.


Fonte: Adaptado do artigo People size you up in seconds, but what exactly are they evaluating?, escrito por Jenna Goudreau e publicado no Business Insider.

Crédito de Imagem: Craig Barritt/Getty

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.