quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Gerentes de Risco não concordam sobre a limitação de responsabilidade em contratos

De São Paulo, SP.

Se você fosse fazer uma cirurgia para correção de miopia e seu oftalmologista pedisse para você assinar um termo de responsabilidade isentando-o de erro médico, principalmente em caso de cegueira permanente. Você o contrataria para lhe operar os olhos?

Pois é exatamente o que alguns prestadores de serviços estão fazendo.Essa é uma prática que vem sendo adotada no mundo todo há alguns anos por empresas de consultoria em benefícios, corretoras de seguros e firmas de auditoria contábil.

No caso de clientes das corretoras de seguros, diversos Gerentes de Risco dizem que nunca assinariam um contrato desses “Eles apareceram com isso e eu ri deles”, disse Jane A. Keegan, uma cliente da Marsh & McLennan responsável pela gestão de riscos do Porto de Oakland, na Califórnia-EUA.

Os argumentos apontados por Keegan para contratar uma grande corretora de seguros ao invés de uma pequena, é o razoável montante de passivos com o qual uma organização grande como a Marsh pode lidar, além do complexo conhecimento técnico que detém.

Assim como outros gerentes de risco, ela disse que entende a vontade da Marsh de limitar sua responsabilidade, mas um pouco antes da Marsh começar a pedir que seus clientes aceitassem a limitação de responsabilidade em seus contratos, o Porto de Oakland deu início a um processo de seleção de uma nova corretora de seguros.

“Não é segredo que a área de seguros é complicada e que erros são cometidos diariamente. Alguns custam mais do que outros. Mas a expectativa é que de uma forma ou de outra, o comprador do seguro estará totalmente protegido. Então é um desserviço, na minha opinião, que as corretoras de seguros tentem limitar suas responsabilidades”, declarou Fred O. Pachón - Vice-Presidente de Gestão de Riscos e Seguros da Select Staffing Inc., uma empresa baseada em Santa Bárbara, na Califórnia - EUA.

Em março de 2009 a Marsh começou a renegociar seus contratos impondo um teto de US$ 10 milhões para sua responsabilidade, teto esse que não se aplica em casos de erro doloso ou intencional.

Nem todas as corretoras de seguros estão seguindo essa prática. A “Wells Fargo Insurance Services Inc.”, quarta maior corretora de seguros do mundo, baseada em Chicago-EUA, analisou essa questão e decidiu não adotá-la, de acordo com Dave Zuercher, Presidente do Conselho e CEO.

A Willis Group Holdings Ltda. ainda não decidiu se adotará tal limitação e a Aon Corp. preferiu não se pronunciar, respectivamente a terceira e a segunda maiores do mundo.

O mercado decidirá se a prática de limitar a responsabilidade dos prestadores de serviço “pegará” ou não, principalmente no Brasil.

Seja como for, parafraseando um consultor sênior que conheço, a limitação de responsabilidade é uma prática que me causa “abissal estranhesa”.

Forte abraço,

Eder.

Fonte: Business Insurance

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.