quarta-feira, 22 de julho de 2009

PBGC Assume Plano de Previdência Complementar da Delphi

De São Paulo, SP.

O PBGC - Pension Benefit Guaranty Corp., uma espécie de seguradora do governo americano, está assumindo os planos de previdência complementar massivamente deficitários da fabricante de auto-peças Delphi Corp., que enfrenta sérios problemas fnanceiros. Isso custará ao PBGC algo em torno de US$6,25 bilhões — a segunda maior perda de toda a sua história.

O PBGC assumirá seis planos patrocinados pela Delphi, que se encontra em processo judicial de falência.

O maior dos planos, oferecido aos empregados horistas da Delphi, conta com 47.000 participantes e tem cerca de US$ 3,7 bilhões de patrimônio contra mais de US$8 bilhões em compromissos. O PBGC assumirá US$4 bilhões dos US$4,4 bilhões de déficit.

O segundo maior plano, cobrindo 20.000 empregados assalariados e assisitidos, tem US$2,4 bilhões em patrimônio e passivos de US$5 bilhões. O PBGC estima que ficará responsável por US$2,2 bilhões do déficit de US$2,6 bilhões.

Adicionalmente, o PBGC ficará responsável por US$50 milhões em pagamento de benefícios a descoberto relativos a quatro planos menores da Delphi, que contam com 2.000 participantes.

A perda de US$ 6,25 bilhões do PBGC só é superada pela liquidação em 2005 de quatro planos de previdência da United Airlines, que custou a agência US$7,5 bilhões.

O PBGC estima que a liquidação dos problemáticos planos da Delphi aumentará seu déficit em US$3,5 bilhões. A agência incluiu uma estimativa dessa liquidação em suas contas de 2008, mas a um valor bastante inferior.

A Delphi declarou em um comunicado não acreditar que a liquidação pelo PBGC do plano dos horistas viole os atuais acordos coletivos de trabalho ou as ordens da corte de falências.

No entanto, a Delphi informou não ter concordado ainda com essa liquidação e que “não fará nenhum acordo com o PBGC para que este assuma o plano dos horistas, a menos que a corte de falências entenda que essa liquidação não viola o acordo sindical da Delphi e que venha a expedir uma ordem para essa liquidação”.

O PBGC divulgou que seu déficit atingiu o record de US$33,5 bilhões no fim do ano fiscal de 2009 terminado em 31 de março, comparado com US$11,2 bilhões no fechamento do ano fiscal de 2008.

Um dos grandes problemas no Brasil não é a falta de uma agência como o PBGC americano, que garante aos participantes de planos de previdência complementar com desequilíbrio perigoso, o pagamento dos benefícios.

O maior problema em nosso sistema de previdência complementar é a falta de diretrizes claras na legislação do setor, sobre o momento em que um plano problemático deve ser liquidado. Existem previsões de intervenção e liquidação de planos e de Entidades de Previdência Complementar, mas faltam parâmetros claros sobre quando isso deve acontecer.

Um grande exemplo dessa lacuna da legisalção foi o que aconteceu com o plano da antiga Varig. O governo demorou a liquidar o plano administrado pelo Aerus, mesmo tendo detectado problemas com a patrocinadora e com o próprio plano, com bastante antecedência. Isso acabou aumentando as insuficiências e prejudicando de forma irremediável os participantes já aposentados.

Eu já abordei esse assunto em outros fóruns e há bastante tempo. Escrevi artigos chamando a atenção para o assunto. Até hoje nada. Teremos em breve uma nova agência de previdência complementar a Previc e com ela a esperança de que algo seja feito antes que outro enfrente problemas semelhantes

Grande abraço,

Eder..

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.