sexta-feira, 18 de junho de 2010

As pequenas firmas de Consultoria em Benefícios oferecem um toque pessoal e mais personalizado

De São Paulo, SP.

Enquanto grandes empresas de consultoria crescem e passam por fusões, os gerentes de benefícios estão procurando firmas de consultoria menores, que ofereçam serviços similares com um toque mais pessoal.

Em muitos casos, as pequenas firmas são formadas por ex-empregados das grandes empresas de consultoria e que mudaram pela falta de espaço para desenvolver suas idéias no ambiente corporativo.

Devido ao tamanho reduzido, essas empresas geralmente cobram menos, o que as torna atrativas para os gerentes de benefícios com orçamentos cada vez mais apertados. Além disso, por possuirem menos clientes podem passar mais tempo com cada um deles.

Virginia Nisbet, Diretora de Benefícios de Saúde da Brinker International Inc., uma empresa baseada em Dallas-EUA, que controla mais de 1.700 restaurantes e possui cerca de 125.000 empregados, disse que “o maior nem sempre é o melhor quando se trata de consultorias de benefícios”.

A Srta. Virginia comentou que “os grandes players de consultoria tem mais produtos de prateleira enquanto as consultorias menores trabalham mais arduamente para você e estão mais dispostas a desenvolver soluções sob medida para sua empresa sem cobrar o preço da personalização”.

“ Somos mais baratos, cerca de metade do preço das grandes consultorias”, disse Maria Ferrera, controladora e Presidente da Ferrera Consulting Ltda., pequeno prestador de serviços de consultoria baseado na cidade de Oak Park, Illinois-EUA.

Ela trabalhou para a Towers Perrin, Aon Consulting e WellPoint antes de formar sua própria consultoria. Descobriu que muitos gerentes de benefício estão dispostos a contratar firmas independentes ou pequenas que tenham a expertise requerida em projetos especializados.

“....quando você é pequeno e independente, o que o cliente vê é o que ele leva. Infelizmente, em muitas das grandes firmas de consultoria eles trazem os grandes nomes na hora de vender, mas não são eles que fazem o projeto”, explicou a Sra. Ferrera.

Maureen Cotter, Presidente da Maureen Cotter & Associates Inc., em Dearborn, Michigan-EUA, disse que deixou a Watson Wyatt para criar sua empresa de consultoria porque sentiu que os clientes precisavam de soluções mais criativas do que as proporcionadas pelas maiores firmas de consultoria.

Grandes consultorias frequentemente possuem modelos de negócios baseados na padronização e replicação enquanto os ”clientes estão precisando realmente, mais do que nunca, de soluções criativas”, comentou.

Criatividade foi a razão pela qual Michael Vittoria – Diretor de RH da Sperian Protection USA Inc., uma empresa que opera em oito estados nos EUA e emprega 1.500 funcionários, contratou a Cranston - uma pequena empresa de consultoria - para desenvolver seu programa de benefícios no início dos anos 90. “ Você não vai conseguir isto de uma grande consultoria. Eles não vão arriscar a reputação deles em uma idéia que poderá não funcionar, mesmo se tiverem um cliente que esteja querendo tentar, porque há muita coisa em risco na preservação da marca”, explicou.

Fico contente em saber que há espaço para todo mundo, seja para as grandes firmas de consultoria ou para as pequenas como a NKL2.

Quando eu olhei para as condições do mercado em 2004, senti que existia uma oportunidade real de trabalhar com clientes que buscavam maior valor agregado, soluções mais criativas e que procuravam não concentrar seu trabalho apenas em um fornecedor.

A NKL2 enxerga maior demanda de seus serviços por parte de empresas com 500 a 1.500 empregados. Procuramos trabalhar como se fossemos a própria equipe de RH da empresa e não cobramos cada vez que nos reunimos com nossos clientes para analisar suas estratégias e necessidades. Ou seja, procuramos ter como diferenciais a criatividade e a flexibilidade a preços bastante interessantes considerando a qualidade de nossos serviços.

Sua empresa também pensa assim? Ligue para a NKL2 e nos dê uma chance de mostrar nosso valor!

Forte abraço,

Eder.



Fonte: Business Insurance – Joanne Wojcik

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.