terça-feira, 5 de abril de 2011

Conheça o “futuro você”. Gosta do que está vendo? Levou um susto? Então, comece a poupar hoje!


De São Paulo, SP.

João da Silva tem hoje 20 anos de idade e olha no espelho num laboratório de realidade virtual da Stanford University. Olhando de volta, do outro lado do espelho, ele vê … João da Silva, aos 68 anos de idade.

Deve ser, no mínimo, esquisito, olhar no espelho hoje e ver como você se parecerá no ano de 2059.

Um choque desses pode ser tudo que as pessoas precisam para fazer “cair a ficha”, levando-as a poupar mais para a aposentadoria.


É nisso que apostam cientistas de computação gráfica, economistas, neurocientistas e psicólogos da Stanford University e de algumas outras universidades nos EUA.

Sim, porque até aqui as soluções tradicionais não tem funcionado a contento. Incentivos tributários embutidos nas políticas públicas? Podem ajudar, mas não resolvem.

Contribuições das empresas em nome dos empregados que se dispõem a poupar? Funcionam menos do que se pensa.

E sobre as intensas campanhas de marketing de seguradoras e bancos, de olho nas taxas de gestão financeira dos planos de previdência complementar? Se dessem certo, não seriam recorrentes.

De acordo com o “Center for Retirement Research” do “Boston College”, 51% das famílias americanas correm o risco de não poder manter o mesmo padrão de vida na aposentadoria (contra 43% em 2004). As estimativas apontam para uma insuficiência na poupança da ordem de US$ 4,2 trilhões. Ou seja, estaria faltando algo como US$ 120 mil por família.

Tem mais. Existe uma lacuna monstruosa entre “vontade” e “ação”. Um estudo de 2008 feito pelo “Michigan Retirement Research Center” mostrou que 1 em cada 5 pessoas mais velhas que disseram estar contribuindo para seu plano de previdência, na verdade não estavam colocando dinheiro algum.

Outro, mostrou que o empregado típico superestima em 79% a quantia que diz estar poupando (reportam contribuições de US$ 2.328 e na realidade creditam US$ 1.300 em seus planos). Ainda, 35% dos trabalhadores que estavam poupando menos do que deveriam, disseram que aumentariam suas contribuições – mas, apenas 1 em 8 de fato elevaram posteriormente suas contribuições.

A economia comportamental concluiu que se as pessoas “sentirem” o futuro hoje, ficarão mais sensíveis aos objetivos financeiros de longo prazo. Com esse objetivo, estão sendo desenvolvidos softwares de morfologia-de-idade que criam, a partir de fotos atuais, um “avatar” do seu futuro “eu” (foto no alto).


É praticamente impossível estimar, com alguma precisão, quais serão seus gostos e necessidades daqui a 30 ou 40 anos. Você não tem como saber hoje quais serão seus futuros desejos e vontades, porque você não conhece o seu futuro eu. O que você vai querer ou precisar quando tiver 65, 70 ou 80 anos de idade? Quem sabe?

O projeto em andamento em Stanford visa fechar a lacuna entre o seu eu presente e o seu futuro eu, sem tornar os jovens avarentos. Ao permitir que pessoas mais novas vejam como se tornarão quando idosas, a realidade-virtual pode transformar seu impulso para gastar agora em um desejo de poupar para o amanhã.

Pesquisadores mostraram que o “Efeito Proteus” leva as pessoas a se tornarem mais sociáveis quando o seu “avatar” (auto-imagem digital) é criado com uma aparência elegante.

Wikipidia: O Deus marinho Proteu aparece na mitologia grega como filho dos titãs Tétis e Oceano, ou ainda de Poseidon. Proteu era o pastor dos rebanhos de Poseidon. Reverenciado como profeta, tinha o dom da premonição e assim atraía o interesse de muitos que queriam saber as artimanhas do poderoso destino. Porém, ele não gosta de contar os acontecimentos vindouros; então, quando algum humano se aproxima, ele foge ou metamorfoseando-se, assume aparências monstruosas e assustadoras. Porém, se o homem for corajoso o bastante para passar por isso, ele lhe conta a verdade. O Efeito Proteus aparece quando um indivíduo se comporta de maneira semelhante a sua própria representação digital, independentemente de como os outros percebem esse indivíduo.

Ver o seu avatar se exercitando no mundo virtual, por outro lado, pode estimulá-lo a adicionar em sua rotina diária, no mundo real, uma hora de exercícios físicos.

Ainda, pessoas cujos avatares fazem o trabalho sujo de cortar uma árvore virtual, usam menos papel depois, ao longo do dia. Se reproduzirem seu avatar com altura (estatura) acima da média, você agirá e negociará com mais confiança.

Mas como o Efeito Proteus pode tornar as pessoas mais inclinadas a poupar para a aposentadoria? “Imagine que você acaba de cortar o cabelo e ficou horrível ou comprou uma roupa incrívelmente bacana. Você já sabe que sua aparência física afeta suas atitudes, suas emoções e seu comportamento, mesmo que você não esteja pensando nisso conscientemente. A mesma coisa ocorre com a realidade virtual, quando você se torna uma pessoa com um corpo ou rosto diferente. As características do seu avatar afetam sua mente”, explica Jeremy Bailenson – Pesquisador de realidade virtual responsável pelo Laboratório de Stanford.

Em uma experiência conduzida por Jeremy, jovens que viram seus avatares envelhecidos disseram que poupariam o dobro daqueles que não viram. Noutra, estudantes com cerca de 21 anos de idade viram avatares de sí mesmos hoje, que sorriam quando eles poupavam mais e ficavam sizudos quando poupavam menos. Então, os avatares de alguns deles foram envelhecidos. Aqueles cujos avatares foram envelhecidos disseram que economizariam 30% a mais do que os que não tiveram os avatares envelhecidos.

As aplicações das pesquisas de Stanford no mundo real são promissoras. “A foto de um empregado pode ser envelhecida-morfologicamente e publicada na seção de benefícios do website da empresa”, sugere Dan Goldstein da London Business School – outro psicólogo que trabalhou no projeto.


“Daí para frente, estaremos apenas a alguns cliques e a poucos minutos de fazer alguém tomar uma decisão com efeitos duradouros, que pode valer milhares (de dólares)”, completa ele. Nenhuma foto seria alterada sem a permissão do próprio empregado, até para minimizar a preocupação das pessoas estarem sendo manipuladas para poupar.

Até o final de 2011 o Allianz Global Investors Center for Behavioral Finance – ligado a um dos maiores gestores de investimentos do mundo - espera aplicar uma versão mais simples da tecnologia em desenvolvimento em Stanford, segundo Cathy Smith, Diretora Adjunta.

A Allianz pretende disponibilizar uma versão grátis do software para planejadores financeiros, que poderão incentivar seus clientes a usá-lo para poupar mais.

O que você acha? Se eu pedisse uma foto sua hoje e daqui a uma semana te mostrasse seu avatar envelhecido-morfologicamente, como você reagiria diante da pergunta:

Você sente alguma coisa diante da possibilidade de acabar sem dinheiro na aposentadoria?

Veja, através do link abaixo, a entrevista de Jason Zweig dada ao Wall Stree Journal. O video dura 4m e 21s.




Forte abraço,
Eder.


Fonte: Adapatado do artigo “Meet Future You> Like What You See?”, escrito por Jason Zweig. Crédito de imagem: F. Martin Ramin for WSJ Online.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.