segunda-feira, 4 de abril de 2011

Um-terço dos participantes de HSA – plano que o “VGBL Saúde” quer copiar - usa as contribuições para reembolso


De São Paulo, SP.

Mais de 1/3 dos participantes de planos de saúde do tipo “HSA - Health Savings Account” gasta 90% das contribuições anuais creditadas em suas contas individuais, para obter reembolso de despesas médicas incorridas durante o ano.

O estudo, realizado em 2010 pela Fidelity Investments junto a 74 mil planos HSA, também mostrou que quase 25% dos participantes desse tipo de plano - que une cobertura de saúde com previdência - usam menos de 10% das contribuições feitas no ano para obter reembolso de desepesas médicas, enquanto 40% deles usam entre 10% e 90% das contribuições anuais para esse fim.

O saldo remanescente é carregado para o ano seguinte por 95% dos participantes.

A contribuição média feita para os HSA pelos americanos foi de US$ 2.620 em 2010 (comparada a US$ 2.647 em 2009), aí incluidas as contribuições individuais do participante e as creditadas pelo empregador.

As contribuições máximas permitidas para os HSA no exercício de 2011 (sim, há limites para tais contribuições) são de US$ 3.050 para planos com cobertura individual e de US$ 6.150 para planos familiares.

Tenho batido insistentemente na tecla da necessidade de atrelar, obrigatóriamente, um plano de saúde ao chamado “VGBL Saúde”.

Os resultados acima apenas comprovam a tendência dos participantes gastarem todo o saldo acumulado em suas contas individuais de previdência, com o pagamento de despesas médicas.

Ou seja, se o “VGBL Saúde” não garantir o oferecimento de um plano de assistência médica individual, todo o dinheiro creditado nas contas do participante tenderá a se esgotar rapidamente, não deixando nada para arcar com as despesas de saúde na fase de aposentadoria.

Conforme escrevi em artigo publicado aqui mesmo no blog, no dia 11 de fevereiro passado, se essa lacuna do “VGBL Saúde” não for preenchida o produto será, sim, um, pato manco ou um plano de previdência travestido!!!

Quem quiser ter acesso ao artigo completo sobre a pesquisa da Fidelity, basta me pedir o link.

Grande abraço,
Eder.


Fonte: Adaptado do artigo “One-third with HSAs spend most of contributions for reimbursements”, escrito por Jerry Geisel.
Crédito de imagem: http://www.avmed.org/

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.