terça-feira, 21 de setembro de 2010

Só confiamos nos especialistas que concordam conosco – Você acha que devemos poupar para a aposentadoria?


De São Paulo, SP.
Nós pensamos confiar nos especialistas. Porém, um novo estudo publicado no Journal of Risk Research (Jornal das Pesquisas sobre Risco) mostra que nossa opinião é realmente influenciada, não pelo que dizem os especialistas, mas sim por nossas próprias crenças.
Os pesquisadores falaram para alguns voluntários, que participaram do estudo, sobre um cientista renomado que realmente acreditava estarem ocorrendo no mundo as mudanças climáticas.
Os voluntários que antes da pesquisa já acreditavam que o comércio e a indústria podem prejudicar o meio-ambiente, aceitaram o que cientista disse e o viram como um especialista no assunto. Mas, aqueles que ao entrarem no estudo já acreditavam que as atividades econômicas não causam nenhum mal ao meio ambiente, tiveram 70% menos inclinação de ver o cientista como um especialista no assunto e a acreditar no que ele disse.
Então, os pesquisadores inverteram a situação. Eles disseram a diferentes voluntários que o mesmo cientista hipotético, com as mesmas credenciais, era cético em relação às mudanças climáticas.
Dessa vez, os voluntários que não acreditavam nas mudanças climáticas viram o cientista como um especialista, enquanto o outro grupo (dos que crêem nas mudanças climáticas) tiveram 50% menos propensão a ver o cientista como um especialista e a acreditar nele.
Os pesquisadores chegaram a resultados similares ao testar diversos outros assuntos, de lixo nuclear a controle de armas. Conforme declarou um deles: “As pessoas tendem a ouvir com seu próprio viés aquilo que os especialistas dizem, considerando um cientista como um expert (especialista) somente quando a opinião daquele cientista simpatiza com a sua própria opinião”.
Talvez seja essa a razão de poucas pessoas buscarem a ajuda especializada de um consultor atuarial quando vão decidir sobre planos de previdência. Ou seja, como a esmagadora maioria de nós parece acreditar ser necessário poupar para a aposentadoria, qualquer coisa que um leigo diga sobre o assunto, seja um gerente de banco ou um corretor de seguros, passa a ser palavra de especialista, mesmo que esse não seja um atuário....  
Forte abraço,
Eder.

Fonte: Adaptado do artigo “We only Trust Experts if They Agree with Us, publicado em Scientific America.com de autoria de Christie Nicholson

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.