quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Evidências sobre Educação Financeira em Planos de Previdência mostram uma dura realidade

Deu em Michigan, EUA.

Um estudo da Universidade de Michigan desenvolvido por Alan L. Gustman, Thomas L. Steinmeier e Nahid Tabatabai, do Michigan Retirement Research Center (Centro de Pesquisas sobre Aposentadoria de Michigan), traz resultados bastante reveladores.

A pesquisa, cujo título é Financial Knowledge and Financial Literacy at the Household Level (Conhecimento Financeiro e Educação Financeira no nível Doméstico) mostra que é dificil educar adultos, qualquer que seja o assunto, porque praticamente todos os nossos padrões de comportamento são definidos antes dos 30 anos de idade.

Segundo o estudo:Quanto maior o valor do benefíco pago pelo plano de previdência, melhor é o conhecimento sobre o plano por parte dos empregados cobertos


É muito mais provavel que a causalidade esteja partindo da segurança financeira representada pela renda de aposentadoria em direção ao conhecimento sobre o benefício de previdência, do que o contrário.

A maioria das medidas que aferem a habilidade cognitiva, incluindo a facilidade que as pessoas tem com números, não são determinantes significativos sobre o nível de conhecimento acerca de previdência complementar e previdência social.

Veja alguns dos principais resultados da pesquisa:

Adoção de padrões (referências) para ganhos e outras questões (financeiras)

Um benefício de aposentadoria de valor elevado não substitui as outras formas de acumulação de riqueza;

Inclusão do benefício de aposentadoria na avaliação da riqueza total acumulada pelas pessoas

Ceteris Paribus – tudo o mais mantido constante (expresão Latina) – as pessoas que tem melhores planos de previdência complementar, poupam mais para a aposentadoria.

Não há evidência indicando que uma poupança maior, acumulada por outros meios que não o plano de aposentadoria, se deva ao conhecimento sobre previdência complementar.

Outros estudos levantam dúvidas se o conhecimento cognitivo e a habilidade matemática aumentam a poupança para a aposentadoria

A habilidade com números não influencia a acumulação de riqueza, no todo ou em parte, por afetar o conhecimento de alguém sobre o seu plano de previdência complementar

O conhecimento financeiro sobre o benefício de previdência complementar não influencia outras decisões de poupar para a aposentadoria.

Da mesma forma, há dúvidas de que a relação robusta entre habilidade numérica e acumulação de riqueza, justifique a criação de políticas voltadas para aumentar a poupança de aposentadoria através do aumento do conhecimento numérico ou da educação financeira.

Entre em contato conosco e lhe enviaremos o estudo completo (disponível apenas em inglês).

Abraço,
Eder.


Fonte: Adaptado de artigo escrito por Elmer Rich III em Growth Blog from Rich and Co.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Cuidados na Portabilidade

Hora no Mundo?

--------------------------------------------------------------------------

Direitos autorais das informações deste blog

Licença Creative Commons
A obra Blog do Eder de Eder Carvalhaes da Costa e Silva foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Com base na obra disponível em nkl2.blogspot.com.
Podem estar disponíveis permissões adicionais ao âmbito desta licença em http://nkl2.blogspot.com/.

Autorizações

As informações publicadas nesse blog estão acessíveis a qualquer usuário, mas não podem ser copiadas, baixadas ou reutilizadas para uso comercial. O uso, reprodução, modificação, distribuição, transmissão, exibição ou mera referência às informações aqui apresentadas para uso não-comercial, porém, sem a devida remissão à fonte e ao autor são proibidos e sujeitas as penalidades legais cabíveis. Autorizações para distribuição dessas informações poderão ser obtidas através de mensagem enviada para "eder@nkl2.com.br".



Código de Conduta

Com relação aos artigos (posts) do blog:
1. O espaço do blog é um espaço aberto a diálogos honestos
2. Artigos poderão ser corrigidos e a correção será marcada de maneira explícita
3. Não se discutirão finanças empresariais, segredos industriais, condições contratuais com parceiros, clientes ou fornecedores
4. Toda informação proveniente de terceiros será fornecida sem infração de direitos autorais e citando as fontes
5. Artigos e respostas deverão ser escritos de maneira respeitosa e cordial

Com relação aos comentários:
1. Comentários serão revisados depois de publicados - moderação a posteriori - no mais curto prazo possível
2. Conflitos de interese devem ser explicitados
3. Comentários devem ser escritos de maneira respeitosa e cordial. Não serão aceitos comentários que sejam spam, não apropriados ao contexto da dicussão, difamatórios, obscenos ou com qualquer violação dos termos de uso do blog
4. Críticas construtivas são bem vindas.




KISSMETRICS

 
Licença Creative Commons
This work is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-Vedada a criação de obras derivadas 3.0 Brasil License.